Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Filosofia de irmãos

É sempre bom passar tempo com a irmã felina.

Ok, ela é uma besta (tem a quem sair), tem um mau feitio que vai de Gotemburgo a Sidney (tal como eu) e uma língua deveras afiada (esse pormenor, não sei a quem sai...). O que proporciona momentos de dissertação filosófica muito interessantes sobre os assuntos mais banais que existem.

Um pequeno excerto da nossa tarde.

 

- Olha lá, quando é que deixas de beber essa zurrapa? - dsse ela.

- Zurrapa? Ó meia leca, isto é whisky de malte 20 anos. Tem quase a tua idade, pá.

- Grande treta. Já tens idade para ter melhor gosto.

- O quê? Beber aquelas misturas esquisitas que tu bebes e que negas à entidade paternal que o fazes? Não sei se sabes mas beber vodka preta deixa vestígios. Portanto, ou cada vez que sais à noite comes chocos ou então vais ter de subir a parada em desculpas da treta...

- Olha, diz-me uma coisa. Qual é o teu conceito sobre manipulação?

- Shows de marionetas? Odeio. Nunca gostei dessa bonecada tirando os Marretas. Tu gostavas, ofereci-te um Cocas quando eras pequena.

- Não, parvo. Manipulação mesmo...

- Somos todos profissionais nela. Doutorados sem licenciaturas.

- Como assim?

- Simples. Já foste criança, não foste? Aliás, para mim serás sempre uma pita. Então aprendeste precocemente o conceito de manipulação. Chateaste os pais para obteres o que querias, choraste, berraste, atiraste-te para o chão, penduraste-te no candelabro da sala...

- Sério, eu pendurei-me no candelabro?

- Nao, isso sou apenas eu a acrescentar dramatismo a todas as tretas que armaste. Minha petit fleur, a vida funciona desta forma... Todos nós temos um conhecimento profundo de certos aspectos negativos ou menos bons da personalidade humana. A verdadeira questão de um milhão de dólares é se fazes uso desses mesmos aspectos ou não. Basicamente é aquilo que te digo à anos. Todos conhecemos as regras do jogo, a questão é se o queres jogar ou não.

- Hummmm...

- Isso quer dizer o quê?

- Ficas muito filosófico quando bebes...

- É...E a menina fica muito eufórica. Bebe e cala-te...

- Eufórica?

- É...Tens de começar a ir a sítios onde o barman não saiba quem tu és e o mesmo não tenha o meu nº de telefone. Tal como te disse, serás sempre a minha pita piquena. Logo, tenho de olhar por ti, mesmo que vomites uma coisa fluorescente no balcão de um bar no Bairro Alto...

Hoje a coisa é boa...

Deixem-me situar-vos no contexto...

Era meia noite e meia e toca-me o telemóvel...Bem, só pode ser alguém com desejo de morte, para me telefonar a estas horas...Um amigo meu...

- Sim? - perguntei eu.

- Pá, mete no canal dois...

E desligou-me o telefone.

Primeiro pensamento foi "este gajo amanhã vai levar tantas naquela corneta que nem sabe de que terra é"...

Segundo pensamento foi sair do escritório e ligar a televisão...Estava a dar um filme francês que já apanhei a meio...A primeira coisa que salta à vista é mulheres...3 mulheres, muita masturbação, lesbianismo e um gajo com ar de House (mas sem a bengala de caminhar) a filmar e tomar notas...Estranho?Não faço a mínima...Como disse, apanhei o filme a meio, portanto não entendi pívias (não são essas pívias, seus tarados...)...Aquilo que me deu para entender era que havia ali uma espécie de manipulação...Ele manipulava-as de uma certa forma para alcançar um objectivo ( que não era enrolar-se com elas...Coisa estranha...) e elas manipulavam-no também...Não cheguei foi a entender de que forma, porque entretanto o sono venceu-me...

Hoje apetece-me abordar a manipulação...

Facto...Toda a gente manipula toda a gente...

Desde a criança que manipula os pais para comprar a porra do boneco do Noddy, a menina que mostra a tranca para se safar à multa do agente da autoridade até ao chefe no escritório que faz a vida da subordinada um pequeno inferno se ela não ceder aos seus intentos.

Toda a gente manipula...Mas no entanto, é um deleite ouvir as pessoas dizerem que jamais o fizeram, que possuem uma moralidade inquebrável e que depois de Deus, são eles quem mereciam um templo ali no meio da rotunda do Marquês.

A manipulação veste muitas peles...Temos por exemplo aquele amigo a quem confidenciamos os nossos segredos mais íntimos porque julgamos que ele é um túmulo...O único problema é que aquele túmulo já foi roubado, as ossadas vendidas e a lápide serve para fazer grelhados...É um típico caso em que se deve gritar a plenos pulmões "fala mais alto que em Tóquio ainda não te ouviram"...Sim, porque ser boca de br*che, não é um exclusivo feminino como muitos homens pensam...Há homens que são bem piores que muitas mulheres que eu conheço...Pior...Retiram um prazer macabro de ver alguém a navegar na nau da amargura...É a chamada manipulação amiga...

Outro exemplo é aquela pessoa com quem trabalhamos que nos pisa os calcanhares para se pôr em bicos de pé à nossa conta...Essa pessoa não deixa também de ser uma boca de br*che, com a diferença que essa é capaz de dizer que somos nós os responsáveis pela extinção dos dinossauros e pelas emissões de CO2...E o mais engraçado, é que há quem acredita nas alarvidades que saem dessas bocas...A chamada manipulação convincente...

Depois temos a manipulação por pena...Aquelas pessoas que procuram através da pena, do choro e sei lá mais do quê, levar alguém a agir de determinada forma contra terceiros que mais parecem um exército romano a investir contra os gauleses...

Manipulação???Is a bitch, dirão os ingleses...

Então e eu?Manipulo?Claro...

Tento todos os dias manipular o gajo do quiosque a ver se é desta que me sai o euromilhões...Tento sempre manipular a gaja do café a ver se me baixa o preço de 0,65€ até agora, sem resultados práticos...E manipulo sempre aqueles que me tentam manipular a mim...Há jogos de xadrez e há JOGOS de xadrez...E eu só jogo com quem quero...

A piece of information...

Facto...Manipular é uma coisa feia...Fi-lo com o meu instrutor de condução, com uns quantos clientes na minha vida, com uns quantos idiotas que tiveram o prazer de cruzar o meu caminho e que se meteram à besta com a pessoa errada...Ah, e com mais umas quantas pessoas que curiosamente, me perdoaram e perceberam o porquê das minhas acções, quando eu lhes disse...Não que isso mudasse o facto de ter agido mal...

Facto...Eu sou de facto, um túmulo...Aliás, 7 túmulos, embora dois já estejam ocupados e essas duas vidas estejam a jogar ao peixinho lá em cima com o São Pedro...As outras 5 , já estão prometidas ao Lúcifer para umas partidas de sueca...Fora de brincadeiras, prezo muito os (poucos) amigos que tenho...Mal de mim perdê-los por falar da vida alheia na esplanada...Não faz o meu género...Isso deixo para quem vive disso...

Facto...Toda a gente manipula na sua vida...Uns de forma subtil e algo inofensiva, outros de forma grosseira, ofensiva e até maldosa...Mas fazem-no...

E agora vem o busílis do post...

Quero as vossas opiniões...Não, este blog não se vai tornar uma espécie de "opinião pública"...Mas acho que o post é interessante o suficiente para que haja feedback da vossa parte...Eu por mim, vou ali beber uma coca cola e call it through the night...

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

As dissertações mais recentes

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D